terça-feira, 18 de abril de 2017

DEAR AGONY

Cara Agonia,
Você foi minha sombra, seguindo-me através da infância - enchendo meus dias e noites com terror e incerteza. Você inteligentemente se disfarçou como alguma forma de dor ou sofrimento enquanto eu me transformava em uma jovem mulher. Éramos companheiras inabaláveis... até romper nossos laços.
Eu troquei as ruas de Nova Orleães por uma cama luxuosa coberta pelos linhos mais finos.
Troquei assaltos às lixeiras por jantares nos melhores restaurantes.
Eu me troquei por um estranho - Bastien Pascal.
Tenho uma boa vida dentro da minha companhia platônica e mutuamente benéfica com Bash.
Ele é meu amigo. Meu mentor. Meu colega de quarto.
Até que tudo muda.
Eu não deveria sentir arrepios quando sua mão escova minha pele.
Eu não deveria estar ansiosa por seu toque calmante depois de um dos meus pesadelos.
Eu não deveria pensar no que poderia acontecer se eu estendesse a mão para ele na escuridão.
Apaixonar por ele? Absurdo... Inevitável.
Agonia, por que você está de volta com uma vingança para me roubar desta vida?
Finalmente estou feliz. Não arruine isso para mim.
Sempre sua,

Nenhum comentário:

Postar um comentário