quarta-feira, 20 de abril de 2016

NUNCA UM ESTRANHO

“você representava tudo em minha vida. Depois, de repente, não representava mais nada. Tudo aquilo em que eu acreditava dissipou-se como fumaça no ar...”
Houve uma época em que Adam era o mundo de Kirsty. Ele era seu herói. Porém, em questão de segundos, a magia se evaporou e o mundo de Kirsty desmoronou... Agora, Adam voltara para a vida de Kirsty, culpando-a pelo rompimento! Kirsty estava decidida a tratá-lo como a um estranho – com fria indiferença. Mas descobriu que o homem a quem amara sinceramente jamais poderia ser um estranho aos olhos da alma e do coração.

Nenhum comentário:

Postar um comentário